CongressoemFoco: Aécio recebeu R$ 20 milhões em propina, diz Eike Batista em tentativa de delação

Um dos anexos que integram o acordo de delação do empresário Eike Batista com a Procuradoria-Geral da República (PGR) detalha o pagamento de R$ 20 milhões de propina a Aécio Neves. A informação é da colunista Bela Megale, do Globo.

Segundo a jornalista, Eike contou que o dinheiro era uma contrapartida pela ajuda de Aécio às empresas de seu grupo junto ao poder público, em especial em Minas Gerais. O empresário citou a concessão de licenças ambientais como um dos benefícios concedidos ao seu grupo. O ex-governador mineiro chamou de falsa e absurda a acusação.

Eike foi preso duas vezes em desdobramentos da Lava Jato. Foto: Fernando Frazão/ABr

Preso duas vezes nas operações Eficiência e Segredo de Midas, que apontou um esquema de manipulação do mercad

o de capitais e lavagem de dinheiro para o ex-governador Sergio Cabral, ele foi solto em agosto do ano passado.

“A acusação é falsa e absurda. Basta dizer que, em 2010, o deputado Aécio Neves não era mais governador de Minas. O deputado jamais intercedeu em favor de qualquer interesse do Sr. Eike Batista”, disse Aécio em nota enviada ao Congresso em Foco.

Segundo o deputado, vazamentos selecionados de acusações vagas são estratégia de interesse de delatores e dificultam até mesmo a apresentação dos argumentos de defesa de quem é injustamente acusado.

O deputado também é acusado de receber propina do empresário Joesley Batista, do grupo JBS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: