Em meio ao Coronavírus, Paulo Serra não revoga Conchavo que custará 500 mil ao mês.

Apesar da prefeitura ter suspendido o transporte público e projeções econômicas apontarem que haverá uma abrupta queda na arrecadação, e autoridades de Saúde alertarem que a Pandemia irá exigir dos gestores públicos gastos com saúde, Paulo Serra ainda não se pronunciou se irá revogar a Lei Nº 10266/2019 que beneficiou cargos da diretoria do sindicato do servidores públicos de Santo André,

O custo da medida pode ser mais de 500 mil reais por mês sendo que os funcionários não poderão trabalhar devido a suspensão do transporte público.

Na prática os beneficiários do conchavo ganharão aumento e não irão trabalhar, são 500 mil reais por mês que poderiam ser destinados ao tratamento das vítimas do Coronavírus, que Paulo Serra utilizará para pavimentar seu projeto político pessoal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: