Saúde do ABC mantém acusados de desviar milhões como empregados.

Mensalmente a Fundação do ABC, entidade que administra a Saúde nos municípios do ABC demite diversas pessoas sem justa causa.

Entretanto, o que as pessoas não sabem, é que em 2013 o Ministério Público processou inúmeros funcionários da Fundação do ABC situados em Santo André e diversas empresas que fradaram contratos de prestação de serviços no Hospital Irmã Dulce em Praia Grande.

Segundo o MP ” Deflagrada a atividade investigatória, foi apurada a formação de um pacto ilícito entre servidores da Fundação do ABC e algumas empresas, visando fraudar o processo de compras do Complexo Hospitalar Irmã Dulce, desviar recursos do SUS e favorecer economicamente a empresa Charlles Rekson, representada pela pessoa de mesmo nome.”

Mesmo após a denúncia feita pelo Ministério Público a Fundação do ABC manteve os funcionários envolvidos. São eles:

NOMECARGO SALÁRIO MARÇO 2020 ENVOLVIMENTO CRIMINOSO 
ELIO CARVALHO DE MEDEIROSGERENTE RECURSOS HUMANOS SR C R$         13.940,41
A comissão de julgamento, composta por Élio representando
a Fundação do ABC, aprovou as diversas  farsa, validando o procedimento.
HELENO TEIXEIRA PASSETTOGERENTE CONT FUABC R$         21.440,29
A comissão de julgamento, composta por Heleno representando
a Fundação do ABC, aprovou as diversas  farsa, validando o procedimento.
SANDRO TAVARESGERENTE JURIDICO FUABC R$         24.709,04
A comissão de julgamento, composta por Sandro representando
a Fundação do ABC, aprovou as diversas  farsa, validando o procedimento.

Segundo o MP a contratação fraudulenta acarretou prejuízo de ” R$ 1.492.545,64 (um milhão, quatrocentos e noventa e dois mil, quinhentos e quarenta e cinco reais e sessenta e quatro centavos)

Fontes afirmam que esses três sabem de muitos podres corruptos da entidade, pois já teve gente que por muito menos foi demitida.

Resta saber o por que dos prefeitos do PT e do PSDB, Orlando Morando, Paulo Serra e José Auricchio, não pedirem ou exercerem força política para seus indicados demitirem esses três.

Vale lembrar que a Polícia Federal já indiciou Orlando Morando por usar a Fundação do ABC para fraudar contratos de fornecimento de refeiçoes hospitalares.

Leia a Denúncia do Ministério Público.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: