Batendo recordes de mortes por covid, Orlando manteve integrante de Organização criminosa na saúde.

Por Ricardo Garcia, 10/08/2020.

O Diário do Grande ABC, revelou que o MPF denunciou além de Morando: Carlos Maciel (ex-secretário de Assuntos Governamentais e ex-presidente da Fundação do ABC, sob indicação de Morando), Fábio Mathias Favaretto (genro de Maciel e empresário), Millena Maciel Mathias (filha de Maciel e mulher de Fábio), Melissa Maciel Reps (filha de Maciel), Nivaldo Inácio de Oliveira (empresário), Alexandre Lopes Ribeiro (empresário), Raquel Dias Marçal Ribeiro (empresária), Geraldo Reple Sobrinho (secretário de Saúde de São Bernardo), Marco Antonio Bosculo Pacheco (ex-secretário adjunto de Saúde), Agnes Mello Farias Ferrari (diretora da Fundação do ABC), Suzana Dechechi (ex-secretária de Educação) e Lázaro Leão (ex-secretário adjunto de Educação).

Agnes Mello Farias Ferrari (diretora da Fundação do ABC) mesmo sendo apontada pela PF em 2019, ficou ao menos até junho de 2020 na Fundação do ABC com as bençãos de Orlando Morando.

Se o caso é repugnante, mais ainda em saber que São Bernardo do Campo é a campeã em mortes de covid 19.

Um comentário em “Batendo recordes de mortes por covid, Orlando manteve integrante de Organização criminosa na saúde.

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: