Auricchio: Seu passado te condena.

Por: Vagner Stecker.


JOSE AURICCHIO JR: ZERADO DE GRANA À DONO DE MILHÕES!!!


A história começou em meados de 2003, quando o então prefeito Tortorello, comandando a cidade com o vice o Dr. Silvio Torres, que também era Secretário de Saúde, resolveu convidar para ser Diretor da pasta(Saúde) na época o ilustre desconhecido, Dr. José Auricchio Jr.


Sem nenhuma expressão, e gozando da amizade pessoal do prefeito e de irmão, que na época era assessor especial do prefeito – Sr. Antonio de Pádua Tortorello, começou a ascensão de Auricchio na vida pública.


Auricchio não era bem quisto pelo Prefeito Tortorello, porque não inspirava confiança política, tanto que não galgou nenhum cargo importante na administração a não ser de Diretor. Mais próximo das eleições de 2004, despontava como candidato majoritário o vereador Hamilton Lacerda do PT, que aparecia nas pesquisas preliminares como futuro prefeito da cidade, e Tortorello já tinha um candidato a altura para derrotar o petista na época, mas daí surgiu a imposição do nome do então desconhecido diretor pelo assessor Pádua Tortorello.


Debilitado por causa das doenças que havia acometido Tortorello, não teve forças políticas para persuadir seu irmão da decisão de indicar um desconhecido para disputar as eleições, que seria José Auricchio Jr. pois acreditava que um dos vereadores da época, Gilberto Costa teria mais condições de ganhar do PT do que ele.


Mas, a situação foi ficando crítica e na iminência de não ter nenhum candidato lançaram o desconhecido José Auricchio, cujas pesquisas apontavam o petista como vencedor, ganhou as eleições de virada por 10% a mais que Hamilton Lacerda.




Das declarações de bens de 2004

Como desconhecido em sua primeira eleição, o então candidato foi obrigado, assim como todos os outros, a fazer sua declaração de bens, não apresentando nenhum à época, a não ser os rendimentos de Diretor Municipal que à época girava em torno de R$ 7 mil reais em 2004 quando ocorreu a eleição e sua vitória em outubro daquele ano, conforme documento do TSE – ou DOC 1 –JAJ

Assim como sua ascensão política, seu patrimônio também evoluiu meteóricamente (interessante que em cidades vizinhas acontece a mesma coisa com a tucanada. Veja o caso do Prefeito de São Bernardo e suas fazendas no Mato Grosso) e em quatro anos à frente da prefeitura de São Caetano, do Zero nas declarações de bens da eleição de 2004, para mais de R$ 1,2 milhões nas eleições de 2008 quando voltou a prestar contas da declaração de bens a Justiça Eleitoral, a fim de disputar seu segundo mandato. (Doc. 2 – 2.1 – 2.2 e 2.3). Será a reedição do milagre da multiplicação de pães? Tucano come pão? bom dinheiro público pelo jeito come e e gosta muito!


ESSA EVOLUÇÃO é explicada através da aquisição de cotas de empresas, cotas de imóveis, depósitos bancários, aplicações financeiras e saldos bancários e investimentos muito mais do que ele recebeu como prefeito nos primeiros quatro anos em seu primeiro mandato. Cerca de R$ 1 milhão de reais, enquanto que no cargo de prefeito recebeu pouco mais de 500 mil reais, que mesmo corrigido sem gastar um tostão na época e aplicando o valor integral, não daria o valor declarado. Tem como explicar esta matemática Sr. Prefeito?



Aplicação suspeita


Uma das aplicações que chama a atenção foi realizada na empresa Tersigno Participação e Empreendimentos Ltda, -(formada em 29 de Novembro de 2004, pouco mais de um mês após o prefeito José Auricchio Jr. ser eleito em São Caetano – DOC – CNPJ – 5) – que está localizada no mesmo endereço da antiga clínica odontológica de sua esposa, Sra. Denise Auricchio na Praça Cardeal Arco Verde, centro de São Caetano; – empresa que tem por finalidade administrar seus imóveis e comprar e vender imóveis, como o próprio registro diz. Imóveis de Terceiros não são administrados. – Docs. 4 – 4.1 e 4.2



DÚVIDAS

• Como pode investir em empresa que não seja para seu próprio usufruto?

• De onde vem os imóveis para esta empresa administrar?

• Como foram adquiridos estes imóveis e quem são seus reais proprietários?

• Seria o Prefeito José Auricchio Jr. e seu irmão Marcelo Auricchio ou o Superintendente do Saesa, Rodrigo Torcano, amigo pessoal de ambos e que está junto deles desde a primeira administração?

• Teria a empresa Tersigno imóveis fora do país, como Portugal, Espanha e Itália?

• Quantos imóveis esta empresa particular administra para seu único sócio, o Prefeito de São Caetano?  

• A Tersigno é tão ou mais suspeita quanto a Global Contábil, envolvida em falcatruas com a administração José Auricchio e ninguém nunca falou nela. Porque?


MAS NÃO PARA POR AI!!!! MESMO QUATRO ANOS FORA DA PREFEITURA ADVINHA? MILAGRE DA MULTIPLICAÇÃO


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s