Tal pai,tal filho

Primeiramente uma reflexão:
Num caso hipotético, será que com três mandatos de prefeito municipal, ganhando uns 20 mil por mês, uma pessoa normal conseguiria juntar dinheiro suficiente para comprar uns 60 aptos, uma vila na Itália, uma cobertura na Riviera, uns postos de combustível e talvez até uma vinícola na Itália para lazer? Afinal ninguém é de ferro, e, ser político cansa, além de montar uma empresa para administrar tudo? Talvez só no mundo da fantasia ou
quando a família inteira está envolvida nos “projetos” do pai, aliás, filho de peixe, peixinho deve ser E normalmente os atos, são seguidos pelos filhos, sejam bons ou ruins.

O ex-prefeito de São Caetano, José Auricchio, foi duas vezes condenado em segunda instância, sendo uma delas por suposta captação irregular de dinheiro para campanha eleitoral em 2016, enquanto o ex prefeito de Mauá Atila Jacomussi foi preso duas vezes pela PF, pois bem! Cidades diferentes e mesmo ano eleitoral, contudo condenações diferentes, porque o de Mauá foi supostamente pego com dinheiro da merenda escolar nas panelas e o de São Caetano supostamente usou duas velhinhas, uma internada na UTI para enganar o Tribunal Regional Eleitoral, podendo até caber prisão neste caso, daí tudo ficaria igual. O de São Caetano não fugiu ainda, mas acredito que ele queira emplacar seu sucessor Tite Campanella para continuar seus “projetos” em São Caetano do Sul.

Tite Campanella e Thiago Auricchio

São Caetano do Sul uma cidade rica, mas não tão raras são as notícias de corrupção na política.

O cidadão, que tem como direito e dever fiscalizar seus representantes, deve estar cada vez mais atento às promessas de campanha e ao que realmente os governantes realizam com o dinheiro da população, não podendo somente reclamar e resmungar. A transferência de responsabilidade deve ficar no passado. Agora é hora de chamar para si e fazermos a nossa parte, denunciando todo indício de corrupção e fiscalizando sempre aqueles que mexem com o dinheiro público.

Com todo esse malefício interno de possíveis corrupções acarreta, ainda também prejuízos frente aos munícipes, com a má qualidade dos sistemas de saúde, educação e bem-estar a população e desvaloriza a nossa cidade ante o cenário econômico. Os escândalos de corrupção constroem uma imagem negativa para os empresários que, receoso, deixa de investir em negócios na cidade e, dificultará ainda mais a nossa combalida economia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s