Pede pra sair!

Santo André
Por Andréa Couto


Eduardo Leite, Vereador do PT em seu segundo mandato, é suspenso após decisão colegiada do partido dos trabalhadores, que não engoliu os elogios tecidos pelo legislador ao Prefeito Paulo Serra do PSDB. 

O partido solicitou sua retratação, porém na reunião marcada para o esclarecer o feito, Eduardo não compareceu, encaminhando uma carta se justificando, mas sem se retratar, pois não acredita ter deixado de lado seu papel de oposição, ao dizer que “não faria nada diferente do que Paulo Serra” referindo a sua “ótima” atuação no enfrentamento à pandemia.

Sua ausência na reunião pegou muito mal entre o colegiado e carta encaminhada sem sua presença, não expressava qualquer culpa ou pedido de desculpas. Sendo assim o PT optou pela suspensão do Vereador.


Agora Eduardo, ofendidíssimo, ventila deixar o partido e ir para o PSB, mas quer a expulsão. Ocorre que coma expulsão o mandato vai com Eduardo continuando assim com o cargo de Vereador, ao passo que se decidir sair, o mandato fica com o PT e assume o suplente. 

Como sucessor de seu pai Antônio Leite, vereador por 4 mandatos pelo PT, Eduardo Leite está em seu 2º mandato e construiu toda sua trajetória dentro do partido dos trabalhadores. Seria justo então levar o mandato?  Eduardo acha que sim, e vai a justiça para decidir o empasse.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s