CPI: Fernando Bezerra interrompe depoimento de irmãos Miranda mais de 10 vezes em 2 horas

O líder do governo Bolsonaro no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), interrompeu mais de 10 vezes, em 2 horas, os depoentes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da COVID realizada nesta sexta-feira (25/06).

O deputado Luis Miranda (DEM-DF) e o servidor do Ministério da Saúde, Luís Ricardo Fernandes Miranda, conversam com os senadores.
Os irmãos se tornaram alvo da CPI após o deputado federal afirmar ter alertado o presidente Jair Bolsonaro sobre indícios de irregularidades na negociação do Ministério da Saúde para a compra da vacina indiana. 
O servidor, por sua vez, disse ter sofrido pressão atípica de superiores e que membros do governo federal articularam junto à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) em favor da vacina. O parlamentar ainda alegou ter mais informações sobre o caso e colocou-se à disposição da comissão para prestar depoimento ao lado do irmão.

No final da tarde de quarta-feira (23/6), Onyx Lorenzoni concedeu uma entrevista coletiva para explicar a denúncia de superfaturamento. Durante a entrevista, o ministro ameçou o deputado Luis Miranda. “Deus tá vendo. Mas você não vai se entender com Deus só, não. Vai se entender com a gente também”, afirmou o ministro. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s