Estive na Billings e afirmo: O Comando da Guarda Ambiental e a Prefeitura de SBC são parcialmente verdadeiros.


A ação de PATRULHAMENTO AÉREO DA GUARDA AMBIENTAL DE SÃO BERNARDO INTERROMPEU 1 (UM) DESMATAMENTO EM ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL. Compreenderam? UM dentre dezenas de centenas que já aconteceram e vários que estão acontecendo.

O TEATRO

Com dinheiro público a Prefeitura já torrou muitos Milhões em Publicidade e Propagandas parcialmente verdadeiras. Abaixo consta texto do release publicado pela Guarda Ambiental sobre A RARÍSSIMA AÇÃO DE FISCALIZAÇÃO UTILIZANDO O HELICÓPTERO (Alguém sabe quanto custa para os pagadores de impostos (todos nós) por ano esse Helicóptero ? poderiam utilizar Drones investindo muito menos dinheiro).

Divulgação da GCM Ambiental SBC: “Flagrante de construção irregular ocorreu nesta quarta-feira (14/07) durante sobrevoo de rotina nas proximidades da Represa Billings

A Guarda Ambiental de São Bernardo interrompeu nesta quarta-feira (14/07) ação de desmatamento e construção irregular de moradia em área de proteção ambiental, próximo a Represa Billings. Os crimes foram flagrados durante patrulhamento aéreo de rotina realizado pelas equipes da corporação, na região da Vila Jurubatuba. Materiais utilizados na obra, incluindo um trator e uma embarcação foram apreendidos.

Segundo os guardas ambientais, após o patrulhamento aéreo identificar os crimes, profissionais de campo da corporação foram até o local indicado, situado em área de difícil acesso, próximo à Rua Vale Fundo, onde foi constatada a construção irregular em terreno de 270 metros quadrados.

Para acessar o local, os agentes fizeram uma trilha de cerca de 300 metros, possivelmente, criada pelos envolvidos na construção. No local, além dos sinais de desmatamento, foram encontrados diversos materiais de construção, dentre eles um trator, tijolos, areia, vigas, além de uma piscina que estava sendo instalada no local. Uma embarcação também foi apreendida no local. Três pedreiros que executavam a obra estavam durante o flagrante. O profissional responsável pelo grupo foi detido e encaminhado para a Delegacia de Investigação de Infrações e Crimes contra o Meio Ambiente (Dicma), onde prestou depoimento e indicou o possível responsável pela construção.

Durante esta madrugada, equipes da Polícia Científica estiveram no local para analisar vestígios dos crimes cometidos, produzindo provas técnicas para identificação do autor. A Guarda Ambiental, por sua vez, realizará nesta quinta-feira (15/07) a apreensão dos materiais encontrados no local, como também, dará início demolição do imóvel erguido na área.

Para o prefeito Orlando Morando, a ação ágil e eficiente da Guarda Ambiental, com apoio do patrulhamento aéreo, mostra o comprometimento de São Bernardo com a preservação da área de proteção ambiental do município. “Nosso posicionamento é muito claro. É tolerância zero para evitar o avanço das construções irregulares, desmatamento e caça ilegal. Não fosse essa ação rápida da nossa guarda, certamente a ocupação dessa área, que é um território de preservação ambiental, teria aumentado ainda mais, provocando mais desmatamento”, considerou o chefe do Executivo.

PROTEÇÃO AMBIENTAL – Dentro das ações permanentes de preservação da região do pós-balsa, que inclui os bairros Tatetos, Capivari, Santa Cruz, Taquacetuba e Curucutu, área de proteção ambiental localizada às margens da Represa Billings, a Prefeitura de São Bernardo deu início no ano passado ao Programa de Fiscalização e Combate ao Desmatamento e Crimes Contra a Fauna e a Flora. Trata-se de ação conjunta entre as forças de segurança, habitação e meio ambiente para evitar construções e descartes irregulares, supressão de vegetação, caça e pesca predatória no local.

FISCALIZAÇÃO – Paralelo a isso, desde 2017, a Prefeitura de São Bernardo, em ação conjunta com o Ministério Público (MP), adotou política de respeito e preservação ao Meio Ambiente, ampliando as ações de controle às margens da represa. Neste sentido, todo o transporte de materiais para a construção civil com destino ao pós-balsa é submetido à fiscalização.”


Ricardo Garcia: Já foram registradas várias denúncias na Polícia Ambiental do Estado de São Paulo e na GCM Ambiental de SBC e nada acontece. Diariamente áreas são invadidas e a Natureza devastada. Esta semana mesmo publiquei uma invasão ao lado da Sub-Prefeitura do Alvarenga, área profundamente castigada por invasões inclusive teve até matéria do #DGABC e do #DOABC (De Olho na Política) sobre construção do Mercado Vencedor realizado pela empresa do Prefeito Orlando Morando OAC Participações. Esta rolando processo sobre esse assunto.

Dados de Contato

SetorHOLDINGS
CNPJ08.861.949/0001-98
Atividade Primária (CNAE)OUTRAS SOCIEDADES DE PARTICIPAÇÃO, EXCETO HOLDINGS
Fundação11/05/2007
LocalizaçãoSAO PAULO – SP
EndereçoRUA BOM PASTOR , 2224, SALA 703
CEP04.203-002


Sócios e Administradores

JOSE CARLOS VINTURINI
(parente do Prefeito que é Assessor Parlamentar na ALESP pode ser sócio de empresa?).

ORLANDO MORANDO JUNIOR


Ricardo Garcia: Estive na Billings ontem 15.07.2021 as 13:45 hrs e flagrei crime ambiental relevante bem similar ao fiscalizado no dia anterior pela GCM Ambiental. Se identificaram pelo Helicóptero o crime descrito pergunto: Por que não denunciaram o crime que registrei com recursos próprios e infinitamente menores do que os disponíveis pelos Órgãos competentes? A resposta é que trata-se de um teatro eleitoreiro para demonstrar uma Prevenção e Fiscalização totalmente inexistente em São Bernardo do Campo-SP.

DENÚNCIA DE INVASÃO, DESMATAMENTO E CONSTRUÇÃO ILEGAL

O terreno é legalizado e tem proprietária (herdeira). Porém foi invadido e o invasor está à todo vapor realizando construção inclusive já fechou a via de acesso terrestre e por embarcação à propriedade. A IMPUNIDADE É TOTAL vejam a localização e imagens.

Localização Imagem 1
Entrada Principal imagem 2




Vídeo 4 – Outro Crime Ambiental

Outra construção irregular na beira da Represa. Vejam que o muro é novo. Quase diariamente caminhões com blocos (todos tem autorização Prefeitura e GCM? dá para puxar quem passou pelas câmeras vamos comparar as autorizações x imagens?) passam pela Balsa e Depósitos de material de Construção cresceram bastante com a venda pujante de materiais em área de Manancial.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s