Biblioteca também é memória e patrimônio histórico e cultural.

A importância da Biblioteca Tradicional é preservar bens de valor histórico, cultural, arquitetônico, ambiental e também de valor afetivo para a população, incluem ‘internet’, livros, revistas, jornais, hemeroteca, gibis e atividades educacionais de ação cultural, que visam integrar a comunidade ao espaço de informação e tornando-se uma campanha de Incentivo à Leitura.

O Prefeito interino de São Caetano, Tite Campanella (Cidadania), pretende transferir a Biblioteca Paul Harris, localizada no bairro Santa Paula, para uma salinha dentro da sede da Secretaria de Educação, na Avenida Goiás, sem garantir acomodação adequada aos mais de 30 mil títulos no acervo do equipamento.

Fundada em 1954, a Biblioteca Paul Harris possui um auditório para 55 pessoas, mezanino, espaços com mesas de estudo e de leitura e cinco cabines com televisores e vídeos com uma coleção de 350 documentários, além de toda infraestrutura técnica para armazenamento de livros, revistas e outros materiais impressos.

Tite irá utilizar verba de R$ 120 mil do Governo Federal para transferir os equipamentos para a sala no prédio da Secretaria de Educação, SEDUC em uma sala conhecida como casa de vidro. O local não dispõe dos aparatos técnicos de Segurança para manutenção do acervo histórico da Paul Harris tendo um grande risco real de livros e revistas com valor histórico incalculável se perderem pelo caminho.

No site da Prefeitura, há informação de que a Biblioteca Paul Harris recebe 10 mil visitantes mensalmente que provavelmente com essa mudança acabará com o incentivo das visitas.

Mesmo na Era da tecnologia a biblioteca pública tem como função proporcionar o desenvolvimento intelectual, proliferar o conhecimento e preservar a cultura local, sendo um espaço físico de fundamental
importância para o desenvolvimento de uma cidade. Pesquisas apontam que uma biblioteca não é um espaço destinado apenas à leitura e depósito de livros, mas também um ambiente que conecta e transforma pessoas, onde há a construção do conhecimento e sua disseminação, englobando o conceito de cidadania e o desenvolvimento social e cultural. A importância de propor e conceber este espaço na cidade
enquanto ferramenta de desenvolvimento humano, além de crescimento econômico e cultural do Município.

A Sociedade Sulsancaetanense não vai permitir que esse espaço tão importante para a cultura e memoria de nossa cidade seja tirado de nós.

Editor responsável pela matéria Vagner Stecker

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s