Irmão Ozelito: Tenho orgulho de ser nordestino.

Um dia desses, fui acompanhar o andamento de uma sessão ordinária na Câmara Municipal de Mauá.

Ao contrario de algumas sessões modorrentas, em que o Secretario (que em alguns casos a população faz galhofa chamando de “ser cretino”) fica fingindo que lê as pautas e chama para a votação, as últimas sessões daquela casa tem sido bem dinâmicas, com alguns vereadores exercendo o direito da palavra e, democraticamente, defendendo seus pontos de vista. Digo “alguns vereadores” pois, como já disse em matérias anteriores, há aqueles que são monotemáticos e se o tema não é aquele de seu conhecimento, preferem calar-se.

Ao terminar a sessão (que durou bem mais do que a média semanal, fui convidado pelo vereador Ozelito (PSC), que já me havia saudado de público em uma de suas falas durante a sessão, para um bate papo em seu gabinete e aceitei.

Natural de Jaguarari, no interior da Bahia, Ozelito diz que se lembra que a primeira vez que se envolveu em politica foi em 1976 quando tinha apenas 5 anos e acompanhava o pai na luta pelos trabalhadores rurais daquela região.

Em 1987, esteve ao lado do pai ajudando a fundar o Partido do Trabalhadores naquela cidade. Na eleição seguinte seu pai foi candidato a vereador e alcançou a segunda suplencia

DANIEL – E foi assim que tudo começou?

OZELITO – Sim. Em 1990, devido a uma crise econômica forte na região, eu me mudei para Mauá e fui morar no Itaussú. Consegui logo um emprego na Sanurban e fui estudar a noite.

Por ter espírito de liderança, logo fui conduzido a CIPEIRO na empresa, líder estudantil na escola e líder comunitário no Bairro. Ali onde eu morava, não havia água encanada e, nem ao menos os imóveis eram individualizados. Começamos um trabalho com outros lideres valorosos e fomos vitoriosos: O prefeito Luiz Carlos Grecco regularizou os imóveis da região.

DANIEL – E como foi a sua entrada na política local?

OZELITO – Nos anos de  1992 e 1996 eu já havia me envolvido em campanhas, ajudando algumas pessoas. Em 2000 um colega de empresa me chamou para ser um dos coordenadores de sua campanha. Quando apuraram os votos, ele tinha ficado na segunda suplência com 819 votos e mais de 80% dos votos dele vieram da minha área.

A partir daí, alguns amigos me desafiaram para que eu fosse o candidato. No ano seguinte, me candidatei ao conselho tutelar do município e fui eleito com 835 votos. Me dediquei a ser um bom conselheiro e, quando chegou a eleição para vereador, me candidatei e fui eleito com 2.354 votos.

DANIEL – Foi um grande crescimento. De 835 votos para conselheiro a 2.354 para vereador.

OZELITO – Sim, mas contei muito com a ajuda do meu pai, que veio da Bahia para cá no ano anterior, como também da igreja.

DANIEL – Então agora era a hora de mostrar mais trabalho

OZELITO – Sim, tanto que eu dobrei o numero de votos. Na eleição seguinte (2008) eu tive 4.989 votos para vereados e em 2010 tive mais de 24.000 para deputado estadual.

DANIEL – Em 2012 voce saiu candidato a prefeito, não foi?

OZELITO – Sim. E hoje eu reconheço que foi uma atitude precipitada. Lancei alguns funcionários do meu gabinete como candidatos, entre eles o Ricardinho da Enfermagem, que foi eleito.

DANIEL – E aí você volta a disputar o cargo de vereador em 2016.

OZELITO – E, sendo eleito, vivi um mandato conturbado com tudo que aconteceu na cidade. Prefeito, sai, prefeito volta, prefeito sofre impeachment e volta… um caos.

Passei a atuar na oposição, troquei de partido e no ano passado fui reconduzido a esta casa para exercer meu quarto mandato e, paralelamente, exerço a coordenação regional do PSC.

DANIEL – Voce tem uma marca. Quem te vê pela cidade, sempre te encontra usando um chapeú de couro. Porque?

OZELITO – Como você sabe, eu sou baiano. O chapéu marca a minha origem. Eu tenho orgulho da minha origem. Em Mauá uma grande parte da população é de nordestinos ou de descendentes de nordestinos e nós temos que ter orgulho de ser quem somos. Nós ajudamos a construíres ta cidade e fazer de São Paulo a potencia que é.

DANIEL – Voce tem outra marca.

OZELITO – “Irmao” Ozelito. Embora na igreja eu possua o cargo eclesiástico de Evangelista, prefiro sempre ser chamado de irmão, pois o cargo passa mas a irmandade não.

DANIEL – E como é  manter esta posição de irmão, representando uma ideologia religiosa, em situações em que há contrastes com a fé cristã propostas na casa?

OZELITO – Como disse o Apostolo Paulo, eu não me envergonho do evangelho de Cristo. Posso votar sozinho uma proposta mas sempre vou votar pela família, cristianismo e pelos bons costumes. Meu padrão é a Bíblia

DANIEL – E como você tem visto a renovação da Camara de Mauá?

OZELITO – Está sendo tranquilo o andamento da casa. Apesar da inexperiência dos assim chamados novatos, eles tem se mostrado preparados para os embates. Esta mescla dos “veteranos” com os “calouros” tem sido benéfica para a casa

DANIEL – Vejo que outros vereadores seguiram seu exemplo: Passaram por conselhos municipais e hoje estão vereadores.

OZELITO – Sim, e também no meio evangélico. Antigamente muitas igrejas diziam que a politica era do diabo e não participavam. Com isto as igrejas perderam a voz nas decisões que envolviam seu próprio futuro. Essas igrejas que declaravam que a politica era do diabo, efetivamente entregaram a ele as decisões que hoje prejudicam a defesa dos valores cristãos. Temos a obrigação de resgatar a politica para o bem.

DANIEL – E quanto ao futuro?

OZELITO -O Deputado Gilberto Nascimento me convidou para um projeto no ano que vem. Eu sou um soldado do partido e estou a disposição

DANIEL – Você acha que a eleição de 2022 vai ser polarizada?

OZELITO – Não vejo uma terceira via. Dificilmente se constrói uma candidatura em seis meses e não vejo nenhum nome que seja viável para uma terceira via. Caso não ocorra uma intervenção divina, acredito que a eleição vai ficar entre o atual presidente Jair Bolsonaro e o Ex presidente Lula.

DANIEL – Obrigado Ozelito.

OZELITO – Eu que agradeço e lembro a todos os leitores deste portal: Alcool em gel sempre. Use a máscara corretamente e mantenha o distanciamento social. Quando chegar a sua vez, vacine-se.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s